PCDF deflagra Operação Ponte Alta VI

//PCDF deflagra Operação Ponte Alta VI

PCDF deflagra Operação Ponte Alta VI

By | 2017-12-12T09:07:01+00:00 quinta-feira, 7 de dezembro, 2017|Notícias PCDF|0 Comentários

A Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (DEMA) deflagrou, na madrugada desta quinta-feira (7), a Operações Ponte Alta VI para desmantelar um grupo criminoso voltado à prática dos crimes de associação criminosa, estelionato e parcelamento irregular do solo para fins urbanos.

Na ação, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária e dois de condução coercitiva nas regiões de Brasília e no Gama/DF.

As investigações, que tiveram início há quatro meses, identificaram que os envolvidos atuavam na região da Ponte Alta de Cima, no Gama, para a realização de negociações fraudulentas, mediante a obtenção de papeis de venda de uma chácara, localizada na região da Ponte Alta Norte, sem realizar o pagamento prometido e, posteriormente, efetuarem a venda de lotes nessa área.

“Essa associação criminosa também arquitetava meios ilegítimos para apropriar-se de uma extensa área pública, pertencente à Terracap, localizada na Região da Ponte Alta de Cima, objetivando implementar mais um loteamento irregular no Distrito Federal. Isso ocasionaria o enriquecimento ilícito dos autores, em prejuízo do Poder Público, do ordenamento urbano e do meio ambiente”, esclarece a delegada-chefe da Dema, Marilisa Gomes.

Restou apurado que, mesmo sem ter sido implementado esse loteamento, os acusados já tinham parcelado a área em pelo menos 25 lotes, com metragem aproximada de 800 m², cada, os quais eram vendidos por R$ 85mil. O lucro com os ganhos ilícitos seria de pelo menos R$ 2,1 milhões, conta a delegada.

Os investigados, caso sejam condenados pelos crimes, estarão sujeitos a penas de até 13 anos de reclusão.

Divicom / PCDF.

 

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário