Máfia das Funerárias: polícia deflagra segunda fase da Operação Caronte

//Máfia das Funerárias: polícia deflagra segunda fase da Operação Caronte

Máfia das Funerárias: polícia deflagra segunda fase da Operação Caronte

By | 2017-11-20T13:48:35+00:00 sexta-feira, 17 de novembro, 2017|Clipping|0 Comentários

CORREIO BRAZILIENSE – A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (17/11), a segunda fase da Operação Caronte. A ação investiga fraudes e irregularidades praticadas por funerárias do Distrito Federal.

Nesta fase, ninguém foi preso. Os policiais cumpriram 21 mandados de busca e conduziram coercitivamente 11 donos de funerárias. A operação ocorreu em 10 regiões administrativas do DF.

A nova etapa da operação apreendeu 37 rádios transceptores em uma empresa no Cruzeiro. Investigadores suspeitam que esses equipamentos funcionavam com a mesma frequência da Polícia Civil – passada para os chamados “papa-defuntos” por um agente aposentado –, para obter informações privilegiadas sobre os corpos que chegavam ao Instituto de Medicina Legal (IML).

Esses rádios, inclusive, ligaram a primeira com a segunda fase da operação. “Testemunhas e relatos dos presos nos levaram a essas outras funerárias”, explicou o delegado Marcelo Zago, diretor da Divisão de Assuntos Internos da Corregedoria-Geral de Polícia

Porém, nenhuma das 16 empresas envolvidas nas oitivas desta sexta-feira (17/11) têm relação provada com os presos na primeira fase. “Antes, desmanchamos duas organizações criminosas. Agora, há indícios de que essas empresas iam contra a livre concorrência”, acrescenta Zago.

Do CORREIO BRAZILIENSE 

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário